domingo, 11 de outubro de 2009

Avô António




Faz hoje 121 anos que nasceu o meu Avô António.
Pai do meu pai, tio e sogro da minha mãe, foi o avô que conheci durante quase 17 anos.
Fui visitá-lo ainda muito bébé, com os meus pais e irmãos à Trafaria, onde esteve preso por motivos políticos. Não que me lembre, mas pude ver num filme Super-8 feito pelo meu pai!
Quando tínhamos dentes de leite a abanar, era o avô que os arrancava com um alicate pequenino e que nos pagava 25 tostões por cada um!
Saía-lhe caro o "negócio" se pensarmos que teve 38 netos!
Hoje em dia há as Fadas dos Dentes...
Tinhamos-lhe muito respeito e algum temor também, pois não era
para brincadeiras se fazíamos algum disparate ou nos atrasávamos.
.
Gostava muito de jogos de cartas, principalmente do bridge.
Com ele aprendi a jogar Mahjong.
.
.
Inconfundíveis e inesquecíveis para mim,
a sua boina basca e o seu Peugeot 203 DD-28-88
Parabéns Avô! Tenho saudades suas!

9 comentários:

sister disse...

Tenho poucas lembranças deste avô, mas adoro as suas histórias.

belo post

bjs
tua Sister

dombeia disse...

gostava muito de ir a casa do tio antónio. principalmente, adorava o fim do ano lá em casa no meio daquela familia enorme, com primos de todas as idades, ambiente de grande vivacidade, hip hip hurras ...
tambem lá para ser vacinada contra a polio.
por outro lado, as férias em almoçageme com os meus avós mas em casa do tio antónio também me deixaram boas recordações.
Anica Maya Cunha

mena m. disse...

Olá Anica!
Ora seja bem aparecida esta minha prima! Tudo bem contigo?

Pois era o jantar de Natal em casa do teu ( meu por empréstimo mas do coração )avô Delfim e o Ano Novo em casa do meu, em Benfica, com as conversas nos degraus da escada principal,, as tareias que dávamos ao piano, os mais velhos a jogar o Mahjong, o fado os Frá-fré-frí-fró-frú!Chiribiribi -tá-tá-tá!Hurra! Hurra! Hurra! e tudo mais!

Que saudades!!!
Também te lembras das vacinas da polio?
Que giro!
Tudo bem contigo?
Beijinho

Justine disse...

Que encanto a foto dele jovem. Que dignidade a foto dele ancião. E a lição a não esquecer daquilo que o tempo nos faz...
Um beijinho para ti, Mena:))

Mário Simões disse...

Excelente post.
Importante o link Avô António.
Impressiona.
Que vida extraordinária.
Não posso garantir que fosse, mas quase jurava que o Dolman que o teu avô tem na primeira fotografia, era o que o teu primo Nuno Manel me emprestava em Tomar quando estivemos no Colégio, também com os teus irmãos João e Kikas e o teu primo Zé Carlos.
Parecia o Lord Jim (gaba-te cesto...)
Beijocas

mdsol disse...

É sempre muito bom ler estas tuas evocações cheias de ternura.
Beijinhos Mena

:)))

bettips disse...

Lindo e inspira dignidade. Pelo que contas, seria mesmo um "avó inesquecível" e marcante.
Bjinho

M. disse...

Um homem muito interessante, Mena, e que não perdeu encanto com a idade.

mena f. disse...

Olà!!!

Recordo-me do teu avô já doente e lembro-me de ele ter falecido pouco tempo depois...

Recordo, também, a "bóina basca"do teu avô, que tão bem foi "ressuscitada" pelo António Lobo Antunes em várias das suas crónicas sobre Benfica e a sua infância.

Beijoca
mena ferro